Loading...

O que é hérnia

A maioria das pessoas já ouviram falar sobre hérnia, porém, não sabem do que se trata ou como elas surgem e se manifestam. Grande parte da população brasileira na fase adulta, possui algum tipo de hérnia na parede abdominal e não tem conhecimento sobre isso.

A hérnia abdominal é um defeito ou fraqueza da parede, que permite a passagem de conteúdos formando abaulamentos. Os desenvolvimentos das hérnias podem ocorrer por diversos motivos.

Entrevistamos o Doutor André Maciel, cirurgião geral e chefe do serviço de cirurgia geral do Hospital Quali Ipanema, que nos tirou diversas dúvidas sobre as hérnias.

Leia abaixo.

Doutor, o que exatamente é a hérnia?

A hérnia é uma protrusão de um conteúdo da cavidade abdominal para o seu exterior através de um orifício na parede abdominal. Este conteúdo pode ser desde gordura, até uma víscera, uma parte de um órgão, ou alça de intestino que é o que chama mais atenção em uma hérnia.

Quais são os tipos de hérnia?

As principais são a hérnia umbilical e a hérnia inguinal. As duas, na grande maioria das vezes, precisam de tratamento cirúrgico, que hoje em dia pode ser feito de forma não invasiva através de videolaparoscopia.


Existem fatores de risco?

Na hérnia inguinal, principalmente no homem, existe um componente congênito que é um defeito na migração do testículo, que se forma no abdômen, e migra ao longo da vida embrionária para bolsa escrotal. Uma falha nesse processo pode gerar uma hérnia inguinal, que a gente chama de hérnia indireta. No mais, os fatores de risco estão muito relacionados ao aumento da pressão abdominal. Uma pessoa que faz muita força para evacuar, estivadores, qualquer aumento crônico na pressão abdominal pode gerar uma hérnia.

Quais são os sintomas da hérnia?

Os principais sintomas são, uma protrusão, um abaulamento na parede da região abdominal e dor, principalmente ao esforço, que é quando essa hérnia se torna mais protusa e gera dor na pessoa que limita e eventualmente incapacita suas atividades.

Quais os tratamentos?

O tratamento primordial é a cirurgia. O médico não vai indicar a cirurgia quando o paciente não tiver condição de suportar o processo cirúrgico. Neste caso o paciente pode usar cintas abdominais que procuram conter esse conteúdo na cavidade abdominal evitando a protrusão minimizando os sintomas. Mas o tratamento essencialmente é cirúrgico.

Uma pessoa que já fez a operação de hérnia pode ter novamente?

Pode ter uma recidiva, principalmente em pessoas que já operaram de hérnia há muito tempo e não colocaram a tela. Hoje em dia quase não acontece, quando na grande maioria das vezes se trata a hérnia com a colocação da tela, que reforça a parede abdominal, e evita a recidiva.

Quais são os cuidados pré e pós operatórios?

Pré-operatório, um paciente que é muito obeso, se possível, se conseguir emagrecer, vai evitar alguns tipos de complicação da cirurgia. Pós-operatório seguir a medicação, analgesia regular para evitar dor, as diferentes gradações de repouso para evitar recidiva e dor local, e a manipulação orreta no curativo para evitar qualquer tipo de infecção local.

Se você se identificou com esse artigo e suspeita que pode ter algum tipo de hérnia, clique em “Agende a sua consulta!” converse com um de nossos especialistas.

AGENDE SUA CONSULTA
Icone do pesquisa satisfação
Icone do whatsapp